3 de novembro de 2022 09:27

Emdagro fiscaliza casos de raiva em bovinos no município de Siriri


A doença é considerada uma zoonose o que pode contaminar todos os mamíferos, inclusive o homem


Médicos Veterinários da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) realizaram fiscalização em propriedades rurais no povoado Siriba, no município de Siriri, região leste do estado, para averiguar suspeitas de raiva em bovinos, equinos e asininos (jumentos) que apresentaram sintomatologia nervosa, como incoordenação motora, movimentos de pedalagem e óbitos. A doença é uma zoonose e não tem cura.

A equipe da Defesa Animal da Emdagro foi acionada pelos próprios proprietários dos animais que enviaram vídeos produzidos por celular em que mostravam alguns animais com sintomas da Raiva. “Chegamos em uma das propriedades e verificamos o óbito de um potro um jumento que apresentavam sintomatologia compatível de raiva paralítica. Na ocasião, foram coletados os materiais para análise no Laboratório Central de Sergipe (Lacen)”, disse Marcella Porto.

Segundo a Veterinária, além da coleta das amostras, a equipe da Emdagro aproveitou e orientou os proprietários sobre os cuidados e a importância da vacinação contra a raiva. “Também tivemos uma conversa com a Secretaria Municipal de Saúde/Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica do município, para que eles promovessem a vacina contra a raiva de todas as cinco pessoas que mantiveram contato com os animais doentes. E, frisamos a importância da notificação à Emdagro de casos suspeitos da doença, que pode ser feita pessoalmente, pelo telefone 3234-2634, whatsapp (79 9 9191-4341) ou pelo e-mail codea@emdagro.se.gov.br “explicou Marcella.

A veterinária informou ainda que a Emdagro é o órgão responsável por operacionalizar o Programa Nacional de Controle da Raiva dos Herbívoros (PNCRH) em Sergipe. O trabalho desenvolvido pela empresa prevê a vigilância ativa em áreas de maior risco de raiva, a investigação epidemiológica e laboratorial de todos os casos suspeitos da doença em herbívoros domésticos e em morcegos. A empresa faz também o diagnóstico laboratorial acessível a todos os casos suspeitos, a vacinação estratégica dos herbívoros domésticos; o uso da pasta anticoagulante em animais espoliados por morcegos, nos rebanhos de maior risco de raiva; como também o monitoramento de morcegos hematófagos visando detecção de atividade viral nas colônias.

Na continuidade do processo, o responsável pela equipe de captura de morcegos da Emdagro foi até o local logo após a realização da fiscalização para localização e georreferenciamento de furnas e capturas de morcego.

Raiva dos Herbívoros

A raiva é uma doença letal causada por um vírus, que pode acometer todos os mamíferos, inclusive os seres humanos. Ela é transmitida por meio da arranhadura, mordedura ou lambedura de animais raivosos. Animais de produção: geralmente apresentam raiva paralítica, começando com mudança de comportamento e evoluindo para perda de apetite, andar cambaleante, dificuldade de respirar e engolir, paralisia e morte. A melhor forma de prevenção é a vacinação periódica dos animais.

Last Updated on 3 de novembro de 2022 by carlos.mariz