Ministério da Agricultura faz auditoria na Emdagro com foco na retirada da vacinação contra aftosa em 2024

Com o cumprido das metas estabelecidas, Sergipe fica mais perto de obter o status de área livre da doença sem vacinação


A Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) recebeu, na manhã desta segunda-feira (29), a visita dos auditores do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) para avaliar a situação da Febre Aftosa no Estado, visando a possível mudança do status sanitário de área livre da doença com vacinação para sem vacinação no próximo ano. A auditoria visa trabalhar o cumprimento, por parte da Emdagro, do Plano Estratégico do Programa Nacional de Febre Aftosa (PNEFA) que estabelece metas para a efetividade da evolução do status para a retirada da vacina.

Pelo Plano, para realizar a transição de status sanitário, foram considerados critérios técnicos, estratégicos, geográficos e estruturais, que resultaram no agrupamento das unidades da Federação em cinco blocos. Esse agrupamento visa favorecer o processo de transição de forma regionalizada, com início em 2019 e conclusão em 2026, quando todo país alcançaria a condição de livre de febre aftosa sem vacinação, reconhecida pela Organização Mundial de Saúde Animal – OIE.

O modelo de gestão proposto pelo Plano Estratégico prevê o aprimoramento da estrutura do serviço veterinário oficial brasileiro e da atuação compartilhada entre os seus diversos atores, favorecendo o protagonismo de todas as partes interessadas. “A conjugação de esforços públicos e privados, a infraestrutura dos serviços veterinários e os sólidos fundamentos técnicos são a base para o sucesso do PNEFA”, comentou o presidente da Emdagro, Gilson dos Anjos Silva, que, na ocasião recepcionou e deu as boas-vindas aos auditores do ministério.

Para a Diretora de Defesa Animal e Vegetal da Emdagro, as orientações do plano têm permitido alcançar as metas definidas. “A maioria das metas estabelecidas pelo Mapa já foi atendida, exemplo disso é o avanço no nosso sistema de vigilância e o monitoramento das propriedades em todo o todo o Estado, como também o controle de trânsito animal e produtos de origem animal nos postos de divisa, passando pela estrutura de pessoal com a realização do concurso da Emdagro onde estarão sendo convocados Médicos Veterinários e Técnicos Agrícolas, bem como, a aquisição novos equipamentos e reformas de escritórios locais. Ou seja, acredito que Sergipe tenha condições de atender aos requisitos necessários para que seja retirada a vacina contra próximo ano”, acredita Aparecida.


De acordo com o Auditor Federal Agropecuário do Mapa, o Médico Veterinário Leandro Oliveira dos Santos, o ministério está verificando as metas da auditoria ocorrida em 2021 e o seu cumprimento pela Emdagro. “Estamos realizando a supervisão de seguimento do Quali SV, que é uma ferramenta do ministério que avalia todas as funções e todos os programas sanitários da Emdagro, então, a gente vê o andamento do sistema de defesa estadual como um todo. Com essa supervisão de seguimento vamos avaliar o plano de ação proposto pela própria Emdagro”, comentou.




























Parceiros:

Última atualização: 5 de junho de 2023 08:26.