13 de maio de 2022 08:06

Dia de campo mostra a importância da conservação de solo no semiárido


Evento aconteceu em Gararu e reuniu 30 agricultores que aprenderam sobre o cultivo da gliricídia


Um dia de muito aprendizado e troca de experiências, foi assim que a equipe do escritório da Emdagro em Gararu recepcionou, na última quinta-feira (05), no município do alto sertão de Gararu, 30 agricultores familiares e representantes da comunidade rural para um Dia de Campo sobre a Forragem de Gliricídia, Conservação de Solo e Reflorestamento. O evento foi aberto pelo Presidente e pelo Diretor de Ater da Emdagro, Jefferson Feitosa de Carvalho e Antônio Reis, respectivamente e o Secretário Municipal da Agricultura Elisio Marinho.

Em seu pronunciamento o presidente Jefferson destacou a importância do evento. “Esse momento é um momento de troca de conhecimentos. Apresentar a importância da gliricídia em curva de nível e a produção de silagem, que é reserva alimentar do gado numa região como a do semiárido é extremamente importante. Esse trabalho que vem sendo feito aqui na propriedade do agricultor Manoel Messias é a comprovação da importância da conservação do solo, destacou o presidente.

Em seguida à abertura do evento, o público dividiu-se em dois grupos e percorreu três estações que apresentaram, na sequência, os seguintes temas: a importância do uso da gliricídia no preparo da silagem, utilizando a leguminosa como fonte proteica e excelente alternativa de reserva alimentar para os rebanhos. Após, foi apresentada uma área cultivada com a gliricídia consorciada com palma forrageira utilizando curva de nível, que foi demonstrada na prática aos agricultores presentes. Na última estação foi abordada a importância da recuperação e proteção das Áreas de Preservação Permanente (APP), sendo realizado o plantio de espécies florestais nativas às margens do córrego da propriedade.

Para a agricultora Naedja Melo dos Santos, do Povoado Palestina, em Gararu, muitas informações sobre a gliricídia ela não sabia. “O dia de campo foi muito proveitoso porque muitas coisas a gente não sabia, como a silagem de gliricídia armazenada em tambor. Outra coisa importante que vimos aqui foi a proteção do solo com a técnica do plantio em curva de nível. Agora é só colocar em prática”, frisou.

Já o agricultor e presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Gararu, Antônio Márcia da Costa, filho do proprietário onde ocorreu o dia de campo, trabalha a mais de há muitos anos com a gliricídia porque já teve a experiência de ter uma propriedade bastante degradada. “Trabalhamos há mais de 10 anos com a experiência com a leguminosa, nossa propriedade era bastante degradada e hoje trabalhamos com foco no cuidado com o solo. Não usamos agrotóxicos, trabalhamos a recuperação da Área de Proteção Permanente (APP) e produzimos em forma consorciada. Espero que esse trabalho apresentado nesse dia de campo possa servir de incentivo para os agricultores que aqui estão participando”, disse ele.

O Dia de Campo foi realizado pela equipe do escritório local da Emdagro de Gararu, pelos técnicos Antônio Resende, gestor, e o técnico André. A equipe contou com o valoroso apoio da gestora regional de Nossa Senhora da Glória Rita Selene, dos assessores da sede da Emdagro Elizabeth Campos, Maria Cleusa, Pedro Calazans e Adriano Wmygens, além do representante do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Davi Lobato de Oliveira.








   

Last Updated on 13 de maio de 2022 by carlos.mariz